26 de Fortuary do Ano Livre 24
Agitação do Vento, Ano 49 do 190º Ano-Rei



Buscar
em

Artigo: P&R com Kevin Melka Artigos

Kevin Melka era o gerente de produto final da TSR para o módulo Dark Sun, antes de cancelarem o produto. Nytcrawlr juntou questões da comunidade para um P&R com Kevin. Os resultados estão abaixo.



Há outros produtos da segunda era de Dark Sun que também tiveram seu conteúdo editado, e que tipo de material que terminou no "no chão da sala de cortes"? Não estou pedindo detalhes, é claro...
Não que eu saiba. Como qualquer produto (hoje ou ontem) sempre há a chance que o conteúdo seja 'aparado', o que ocorre tipicamente entre o designer, editor e a linha final. Já que Psionic Artifacts e Dregoth Ascending foram os únicos que eu trabalhei desde o começo até o final/rascunho, estes são os únicos que eu posso comentar. A história de Dregoth é conhecida, e não houve conteúdo extra em PAoA (Psionic Artifacts of Athas).

Dark Sun foi originalmente planejado para mudar drasticamente num período determinado. Houve alguma outra mudança drástica (além de Dregoth Ascending) que foram consideradas para o cenário que seria revelada em suplementos de jogo?
Tem sido interessante para mim nesses anos ouvir coisas como 'Eu ouvi falar sobre mudanças *drásticas* para Dark Sun...' ou 'TSR fez isso-ou-aquilo' ou quaisquer outros vários rumores e boatos desde que Dark Sun foi cancelado. Parece-me que jogadores adoram tecer contos sobre o que eles acham que ouviram em algum lugar. A verdade é que a segunda 'edição' de Dark Sun era tudo sobre as mudanças *drásticas* que a linha teria quando eu fui convidado para ser o designer, e eu não tinha nada em mente num futuro imediato. Se a linha não tivesse sido cancelada no outono (americano) de 1996, então 1997 teria quatro produtos de DS que eram todos basicamente suporte de campanha em produção. Não havia planos de mudar drasticamente que eu sabia ou propus.

Incluindo Dregoth Ascending, havia Secrets of the Dead Lands nos arquivos de rascunhos completos que athas.org recebeu para 'editar/polir' e converter para as regras de 3e e ser lançadas gratuitamente. Havia outros projetos que estavam sendo trabalhados que nunca chegaram ao estágio de rascunho? Quais foram eles?
Não, não havia outros produtos que eu saiba.

O que há com aquela liga de aço vermelha que a Scorcher e Silencer são feitas? (apesar de a Silencer ser de BoA) alguns de nós pensam que é apenas o sangue de Rajaat misturado com aço normal e nós íamos escrevê-la como um material especial. Algumas palavras sobre isso?
Não havia nada de especial ou cósmico sobre isso. Talvez com o tempo nós teríamos voltado a esse assunto, mas era apenas outro gancho que nunca foi explorado no futuro. Se havia alguma razão específica eu esqueci com os anos.

Athas.org está pensando em criar materiais especiais para armas chamado Sangue de Rajaat que é baseado na liga de aço vermelho. O que você pensa sobre isso?
Do ponto de vista de design de jogo tudo é possível, isto é fantasia afinal de contas. Lembre-se que o ser conhecido como Rajaat viveu há milhares de anos atrás, e algo como o sangue de tal criatura seria quase único e extremamente limitado. Sobre o que faria, eu nunca tive um design específico para isso então eu deixo para os especialistas desta geração. ;)

Eu percebi que a nota sobre Irikos no PAoA foi limpada ainda mais após aparecer em BoA. Isto era algo importante, ou foi apenas algo que vocês quiseram limpar depois e não se importavam em ter a inconsistência?
Honestamente eu não me lembro. Houve um esforço por todos envolvidos em DS antes do cancelamento para tentar alinhar as coisas um pouco já que tantos designers trabalharam nele com os anos, então eu tenho certeza que tem algo a ver com isso.

Lá diz que, no começo de PAoA, que Hamanu é danificado apenas pela Silenciadora, isto foi pelo seu design pegando embalo com algo que ocorreu em PP 2, ou foi algo que está em desenvolvimento que não foi implementado até este acessório?
Acredito que foi algo que nós iríamos usar no futuro. Outro gancho não usado.

Qual o lance com Ktandeo? Na Prism Pentad ele era um humanos mas em PAoA ele foi mencionado como sendo um halfling.
Sabe, estou contente que você mencionou isso. Este pequeno 'problema' tem sido um ponto amargo para mim esses anos, e o fato que importa é você foi a primeira pessoa a realmente me PERGUNTAR sobre o que aconteceu. Já vi tópicos em grupos de notícias e fóruns durante os anos dizendo que idiota enorme que eu era por 'ter a coragem de mudar a raça original de Troy (Denning, escritor de Prism Pentad)' de Ktandeo ou não tendo estudo ou por ser um farsante... e por aí vai. Teria sido bom se alguém tivesse realmente me perguntado diretamente do que me apunhalado pelas costas.
OK... desculpe por isso. Isto vem acumulando com os anos. Sobre a resposta...
A questão é, o problema todo foi um erro de arte e edição. O diretor de arte para aquele projeto aprovou o desenho para aquela texto sem realmente ter aprovação minha, e o fato que ele parecia mais um halfling que um humano (que acredito foi meu comentário) fez o editor mudar o texto para refletir o desenho. Apesar de hábil, o editor não conhecia a história inteira de Dark Sun e as referências/raças passadas de Ktandeo. Quando PAoA estava nas linhas azuis (pré-impressão) eu fui chamado para trabalhar num projeto de Ravenloft de emergência (Servants of Darkness) e não tive tempo de rever o documento do jeito que gostaria; isto ficou com o editor e diretor criativo. Eu olhei brevemente, então eu acho que foi culpa minha de algum modo. No rascunho original ele era um humano que não poderia usar magia e era um amigo confiável dos halflings. Acho que o editor pensou que era mais fácil fazê-lo um halfling devido a aparência do desenho.

Não tenho certeza se você viu meu artigo ou não, ou as discussões sobre isso, mas você acha que há suporte suficiente sobre Kalak não ser um campeão verdadeiro, apesar do fato de ele ter sido escrito inicialmente como um nos trabalhos de Troy?
Acho que não tenho um comentário sobre isso de uma maneira ou outra. Já que Kalak é morto no começo da campanha, acho que não vejo razão para o argumento.

Algumas pessoas gostam de começar suas campanhas desde o começo, antes de Kalak morrer e deixar seus jogadores mudar o mundo de lá. Levando isto em consideração como você se sente sobre o artigo agora?
Cada um tem uma campanha diferente. Eu sempre fui de seguir a direção inicial de uma campanha, como foi no caso com DS. Eu acho que não tenho uma opinião sobre isso além do que eu já falei acima.

Qual seu aspecto favorito de Dark Sun?
Naquela época eram provavelmente as raças. No meu jogo em casa de Dark Sun todo mundo se divertia jogando com raças não-padrão. Para mim tornou o jogo mais fácil de ser mestrado, o que refletia para os jogadores e para o próprio jogo maior diversão.

Qual é o seu produto favorito de Dark Sun?
Da perspectiva de um jogador ?viciado' provavelmente a primeira aventura Liberdade (FREEDOM). Meu grupo se divertiu tanto com aquela aventura inicial que nós ainda falamos sobre ela 15 anos depois. Do ponto de vista de um designer de jogo, eu fiqueimuito orgulhoso de Dregoth Ascending, apesar de nunca ter tido a chance de vê-lo terminado. Eu sempre achei que eu trabalhei muito naquele produto, e tendo sido arrancado de mim quatro dias antes de terminar o primeiro rascunho foi algo difícil de engolir na época.

Você já deu uma olhada na parte 1 de Dregoth Ascending? Como você se sente em relação a ela?
Sim, e eu acho que é uma conversão muito boa. Já que era apenas um rascunho quando eu escrevi a minha última palavra, eu provavelmente teria feito algumas coisas diferentes com ele agora 10 anos depois, mas isto é apenas o designer em mim. Eu sempre pensei em acrescentar mais ganchos e mini-cenários para a parte da invasão, uma opção para combate em massa se os PJs quisessem confrontar a força principal dos drays ? coisas desse tipo. Em geral, eu fiquei bem feliz em ver que uma porção dele chegou ao público. Eu não sei dizer quantas pessoas ao longo dos anos já me pediram pra eu enviar uma cópia do rascunho.

Se você pudesse voltar e mudar alguma coisa sobre o cenário, o que seria?
Honestamente, eu nunca estive em posição de 'mudar' alguma coisa da perspectiva do cenário, já que nunca recebi a chance de fazer o que quisesse com a campanha. Se eu tivesse que escolher uma coisa, acho que eu gostaria de ter achado o erro do Ktandeo para que eu não tivesse que ouvir as pessoas reclamando esses anos todos. :P

Quais eram alguns dos planos futuros para Dark Sun que nunca ocorreram?
Outro produto halfling, um livro sobre os anões, e um livro sobre a Ordem eram os outros três (dos quatro produtos, junto com Dregoth) que eram parte das minhas propostas oficiais para 1997. Além disso nós brincávamos com a idéia da Invasão Kreen, o mistério do Mensageiro, e um produto sobre o Mar de Areia para expandir o mundo antes de DS ser cancelado.

Quais eram os planos para o Mensageiro?
Com a criação dos itens vivo-modelados e a história da raça original halfling, nós queríamos expandir um pouco mais aquela porção do mundo. O que eu propus para o Mensageiro era que ele era um tipo de 'espaçonave' de três halflings da Era Azul que escaparam da Maré Marrom. Após os eventos em Dregoth Ascending o Mensageiro logo cairia em Athas e três poderosos halflings iriam trazer de volta a magia-vida perdida e conhecimento de volta para Athas na esperança de reconstruir o mundo. Eu também brinquei com a possibilidade de um dos halflings ser um dobrador da vida. Esta era a base da idéia.

Então, nenhuma invasão especial de halflings?
Sabe, eu não faço idéia de onde essa idéia veio. Eu acho que muito tempo atrás eu mencionei essa idéia do Mensageiro para alguém, e daí ela virou algo absurdo como uma Invasão de Halflings Spelljammer no estilo Plan 9 do Espaço Sideral ? que em minha opinião é um pouco ridícula. Cada vez que eu a via isso me dava uma risada. :)

Eu estou curioso sobre como você via as áreas além da Região de Tyr, como a desolação do planeta. O planeta inteiro está morto além da Região de Tyr? Você pretendia que áreas distantes fossem verdejantes? etc. Chegou a ser pensado tão longe? Havia alguma cultura na vida real que você achava que particularmente definia uma área.
Nós falávamos sobre a possibilidade de outros continentes e sobre o que haveria lá, mas essas conversas cessaram após a linha ser cancelada. Uma coisa que as pessoas têm que lembrar, era que do momento que eu comecei a trabalhar em DS até o fim da linha se passaram apenas nove meses. Nós falávamos sobre um monte de coisas divertidas, mas quando as coisas ficaram paradas nós todos mudamos para outros projetos. Se já houve mais alguma menção de coisas como essa eu não me lembro.

Borys tem asas ou ele as recolhe?
Não faço idéia. Se coubesse a mim eu iria olhar nas descrições nos romances de Troy e ver se há menção. Só porque Brom nunca lhe deu asas não quer dizer que ele não as tinha nem que podia voar. Isto nunca foi algo que eu tive que explicar.

Quais eram as suas raças favoritas em DS?
Provavelmente os kreens. Antigamente você não podia ignorar cinco ataques em níveis tão baixos. :)

Como você se sente sobre os thri-kreen da 3º edição? Você gostou da arte inicial para ele no MM2?
Eu acho que dei uma olha, então eu acho que no momento eu não tenho nenhuma opinião. Trabalhando no mercado d20 você está limitado apenas a open gaming content, dos quais os thri-kreens estão fora.

Aonde a trama de Dregoth estava indo?
Sem entregar o final (porque Jon me mataria), Dregoth Ascending deveria ser um produto completo que um Mestre poderia usar para sua campanha da forma que ele quisesse pra frente. Eu nunca tive planos mais imediatos para usá-la no futuro imediato além do final da aventura. Eu tenho certeza que eu usaria de novo em algum ponto, mas eu não lembro de nada específico.

Porque você escolheu Dregoth entre todos os Monarcas-Feiticeiros para usar?
Honestamente eu não me lembro especificamente do porque, mas do ponto de vista da campanha me parece que faz sentido tecnicamente já que ele é o substituto de Borys. Eu acredito que o produto prévio de Dregoth foi um grande vendedor, então uma seqüência foi uma boa daquele ponto de vista. Eu me lembro que aventuras grandes eram quentes na época (ex. Night Below), então eu juntei isso tudo e foi como as coisas ocorreram.

Quais são as suas opiniões sobre misturar mundos em campanhas (especialmente com DS que tem um toque isolado especialmente comparado com aquela enorme rodovia chamada de Reinos)?
Eu sempre fui um purista de Dark Sun e nunca senti a 'necessidade' de misturar os mundos. Para mim, sempre houve o suficiente em Athas para mim para criar e jogar em casa.

Além disso, qual a sua opinião em combinar Ravenloft com Dark Sun? Eu sempre achei que o Negro era uma boa representação do Domínio do Dread. O que você acha sobre isso? Exagerado demais?
É, eu diria que sim. O Negro deveria ser esse lugar malvadão-negro-e-morto que você teria medo de viajar para lá, não um lugar pra se aventurar. Baseado no que Troy escreveu sobre isso e como Bill usou, eu diria que essa não foi a intenção.

Nos Psionic Artifacts você escreveu uma história para as Orbes de Kalid-Ma que nunca de desenvolveram. Qual era a estória lá?
Bill Connors (desenvolvedor de produto para RL no momento) e eu nos sentamos um dia para conversar sobre Kalid-Ma, já que ele foi mencionado em produtos de Ravenloft. No final nós achamos que o melhor modo de explicar o que tinha sido escrito antes era que a essência do rei-feiticeiro foi aprisionada nos orbes, e que seu corpo foi mandado para Ravenloft. Isto me permitiu trazer de volta Kalid-Ma se eu o quisesse em Dark Sun com um novo corpo, e Bill poderia criar algum tipo de domain lord morto-vivo sem-mente/possuído se ele quisesse. Tinha mais sobre o que queríamos fazer com isto, mas depois DS foi cancelado e a TSR parou toda a produção de produtos logo depois.

Havia a idéia de haver mais dragões completamente transformados (como Borys) algum lugar em Athas?
Não nos meus planos. Quando a linha foi cancelada eu tinha um esboço de plano de dois anos proposto, sem nada desta natureza em mente.

O que você acha sobre os druidas surfistas?
Sem comentários cara! :)

Você estaria interessado em trabalhar com athas.org ou a comunidade para continuar a desenvolver material para DS no futuro?
Apenas se alguém colocasse 50 horas num dia. Fora do meu emprego normal eu sou atualmente o Diretor Criativo para a Bastion Press, e geralmente passo as minhas tardes trabalhando com produtos futuros. Por mais que eu gostaria, eu simplesmente não tenho tempo. Eu direi que se Dark Sun se mover para um produto oficial da WoTC eu amaria trabalhar com ele de novo se pudesse.

Você acha que a WoTC irá algum dia trazer de volta Dark Sun oficialmente?
Pessoalmente, eu não sei porque eles não o fazem, mas isto pode ser um pouco do meu amor pelo mundo falando. Eu sei que antigamente houve um problema de licença com o antigo mundo online TEN-DS, mas eu não sei qual a sua razão hoje. Também considerando o dinheiro que a WoTC quer para licenciar e o fato que eles querem produzir o livro básico (acho que essa é a política deles sobre licenças da última vez que eu ouvi), apenas alguém com toneladas de dinheiro para torrar tem uma chance de conseguir. Eu sei de várias pessoas que perguntaram recentemente, mas no final não há como pagar do ponto de vista de um negócio. Como um publicador independente a maioria do dinheiro que você ganha numa campanha vem do livro básico. Já que a WoTC insiste em produzir isto em *qualquer* produto licenciado (após eles aprenderem sua lição com Ravenloft e S&S), nenhuma empresa de d20 pode aceitar um negócio assim. Em minha opinião, isto é ruim. Felizmente, athas.org tem a habilidade de continuar a fazer Dark Sun, então por isso todos os fãs de DS têm um débito de gratidão.

Falando sobre Athas.org, o que você acha dos seus lançamentos até então? Seja brutalmente honesto, nós adoramos. :) Eles estão capturando o sabor athasiano do mesmo modo que os materiais mais velhos?
Eu fiquei muito feliz de ver athas.org quando ela entrou em cena pela primeira vez. Eu ouvi na época de mais do que algumas fontes que a WoTC não tinha intenção de fazer Dark Sun num futuro próximos, então o fato que fãs estavam dispostos a tal projeto foi encorajador. Sobre como vocês estão se saindo, eu acho que todos estão fazendo um grande trabalho. É difícil do ponto de vista de um publicador do mundo d20/OGL fazer qualquer coisa hoje em dia, então o fato que athas.org ainda está fazendo essas coisas anos depois é um grande feito. Sobre o que athas.org já fez até então, eu diria que eu gostei mais de Terrores de Athas. Monstros sempre foram uma das partes divertidas de Athas para mim.

Quais eram algumas das direções para o futuro de Dark Sun antes de seu "cancelamento"?
Eu falei sobre algumas das propostas acima, mas além disso o único propósito foi tentar e tornar Athas um mundo completo de jogo. Eu desejaria que eu tivesse feito mais.

Qual seu romance favorito de Dark Sun?
O primeiro romance de Troy sempre foi o melhor para mim, já que ele me tornou interessado em Dark Sun antes até de eu ir trabalhar para TSR.

Há sempre bastante controvérsia sobre os romances de Lynn Abbey RaFoaDK (Rise and Fall of a Dragon King) e como ele não se encaixa no mundo de Athas. Você sabe algo sobre isso?
Logo após que eu comecei a trabalhar com Dark Sun fui chamado para dar uma lida na prova final do livre de Lynn. Para falar a verdade, eu fiquei chocado que havia tal livro em produção, já que este foi o primeiro que eu ouvi falar sobre. Após lê-lo em uma noite eu encontrei vários 'erros' em relação a história de DS que havia sido delineada em produtos e romances passados. Coisas como o erro de cálculo no calendário de Athas, a adição de um Campeão previamente desconhecido e algumas outras coisas que eu não posso me lembrar no momento. Por orientação do meu Diretor Criativo eu li o manuscrito e fiz várias notas dos erros o mais rápido possível (acho que terminei em dois dias), que foram então submetidos ao departamento de livros para revisão. Apesar da pressa que nós apresentamos esta informação, o departamento de livros se recusou a fazer nossas correções. Infelizmente, antigamente o departamento de livros não se importava muito com o que RPG fazia a menos que fosse Forgotten Realms, e apenas porque Ed fazia tanto os produtos quanto os livros.
Com o passar dos anos, eu ouvi que Lynn disse que ela nunca recebeu qualquer feedback sobre o romance, e em sua defesa, esse provavelmente foi o caso. Da perspectiva do departamento de RPG nós estávamos sempre dispostos a ajudar com os livros para manter as coisas certas, mas era uma questão daqueles encarregados permitirem o RPG a ter contato com os livros. Foi uma grande ocorrência infeliz de acontecimentos na época, uma que eu acho que prejudicou nossas campanhas. Apesar disso, eu adorei o livro da Lynn e até incorporei partes no livro na Linha Temporal de Athas.

Você acha que Dark Sun teria sido Dark Sun sem Brom?
Sempre foi política da TSR ter artistas de qualidade. Apesar de eu amar o trabalho do Brom, se não fosse ele eu tenho certeza que um dos outros desenhistas da equipe da TSR (como Jeff Easley ou Larry Elmore) poderiam ter tornado o mundo tão excitante quanto Brom tornou. Se eu tivesse que escolher algum outro artista principal além do Brom, teria escolhido Tony D.

Texto Original: Nytcrawler
Tradução e Adaptação: Bruno Fernandes Santos
Revisão: Fabrício M. Lopes

Encontre o texto original no link:
Artigos



© 2003-2007 Dark Sun Brasil, Todos os Direitos Reservados
DARKSUN, DUNGEONS & DRAGONS, D&D e o logo DARKSUN, o logo da WIZARDS OF THE COAST e o logo D&D são marcas registradas possuídas pela Wizards of the Coast, Inc. (www.wizards.com), uma subsidiária da Hasbro, Inc.
Este site é a tradução do site reconhecido pela WotC como o Site Oficial de Dark Sun na internet (The Burnt World of Athas - www.athas.org). O conteúdo criado neste site oficial é para ser considerado trabalho derivado (como se baseado na propriedade intelectual possuída pela Wizards of the Coast). Isto significa que adendos criados por fãs (tais como novos net livros, aventuras, etc.) são conjuntamente possuídos pelo criador e pela Wizards of the Coast. Nenhum poderá fazer nada fora do site oficial sem a autorização do outro.